domingo, 15 de fevereiro de 2009

Sabe bem






Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero

Quase que não chegava
A tempo de me deliciar
Quase que não chegava
A horas de te abraçar
Quase que não recebia
A prenda prometida
Quase que não devia
Existir tal companhia

Não me lembras o céu
Nem nada que se pareça
Não me lembras a lua
Nem nada que se escureça
Se um dia me sinto nua
Tomara que a terra estremeça
Que a minha boca na tua
Eu confesso não sai da cabeça

Se um beijo é quase perfeito
Perdidos num rio sem leito
Que dirá se o tempo nos der
O tempo a que temos direito

Se um dia um anjo fizer
A seta bater-te no peito
Se um dia o diabo quiser
Faremos o crime perfeito

.

7 comentários:

Lita disse...

A partir de que momento é que deixámos de poder escrever tudo o que nos dá na real gana por aqui????
É disso que tenho, efectivamente, saudades!

LOOOL
Eu sei que aparentemente isto não tem nada a ver com o teu post. Mas eu sei que tu sabes onde quero chegar...

Kayla disse...

Sim sei...:)

A partir "daquele" momento....
looool

looool
Mas o post tem tudo a ver com o que sinto!

Lita disse...

I know, baby...
I know...

Patrícia disse...

tão bom!

Estreliña disse...

Adoro esta musica!!!

CarlaSofia disse...

Olá, passei por aqui e resolvi deixar um comentário ao teu perfil... é que somos da mesma idade e do mesmo signo. :)
beijinhos

Kayla disse...

Patricia
É verdade...:)

Estreliña
Gosto de muitas deles.:)

Carla

LOOOL!!!

Bem vinda!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Prendas

Ocorreu um erro neste dispositivo