sexta-feira, 26 de junho de 2009

Mestre

A brisa chega .
è só fechar os olhos e ela toca-lhe.
Descaradamente...
È irónico.
Porque não sei se sabes .
Que tens brisa.
Que não existes só e apenas.
È verdade.
È estranho como não sentes,ai do outro lado.
A estranha realidade.

és Essência rebelde,
Quase em bruto.
Por quem ela se atrai,
és íman e ela metal.
Não tens noção ,mas já nada é igual.

Que as raízes estão no chão,
mas o coração quer voar.
E docemente amar.
Está na sua hora.
È mestre ,tem de ensinar.
E mostrar o que outros mestres não quiseram assimilar.

Mestres noutras coisas .
Não na arte de amar,nem de acarinhar.

Agora esta criatura essencial ,
que parece tão banal.
È o ser Elemental,
que ajuda na magia
E se torna querida.
È Mestre,sabe amar
Sabe rir,
È Alegria

Mas é Mestre ,sabe também desistir...

2 comentários:

Lita disse...

hmmm
Nao comento. Está bonito...
:)

as velas ardem ate ao fim disse...

O que a lagarta chama de fim do mundo, o mestre chama de borboleta.
um bjo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Prendas

Ocorreu um erro neste dispositivo